top of page
  • Assessoria HBSJ

Estudante de Medicina de Londres vivencia a medicina brasileira no Hospital Beneficente São João

O Hospital Beneficente São João (HBSJ) foi uma das escolhas de Precila Fernandes da Costa, uma estudante de Medicina de Londres, para vivenciar a medicina brasileira de perto. Além de Sananduva, a passagem da estudante pelo Brasil contempla também a cidade de Passo Fundo, onde acompanha da mesma forma as atividades no Hospital São Vicente de Paula, ambulatórios e Unidades de Saúde.

Precila é de Portugual, mas reside atualmente em Londres, onde está cursando o último ano de Medicina na King´s College London. Nesta etapa de sua formação, Precila está participando do programa universitário Global Health Elective, onde cada estudante tem a oportunidade de realizar estágios na Inglaterra ou em qualquer lugar do mundo. Segundo ela, o período médio destes estágios são de oito a 10 semanas. Nesse sentido Precila optou por ficar cerca de 6 semanas acompanhando as atividades do General Medical Council da Inglaterra, que seria o equivalente ao Conselho Federal de Medicina brasileiro e mais quatro semanas no Brasil.

A escolha da estudante pelo Rio Grande do Sul se deu pelo fato de ter um tio que já reside em Passo Fundo há muitos anos. Aliando então a vontade de realizar este estágio em algum país Latino Americano e a vontade de conhecer o Brasil, Precila entrou em contato com a Universidade Federal da Fronteira Sul, para auxiliá-la no cronograma destas quatro semanas de estágio.


Ela relata que se surpreendeu com a receptividade de todos e achou o povo gaúcho muito simpático. Sendo esta também uma das diferenças que ela destaca no atendimento em saúde, relatando que o sistema de saúde inglês é mais “frio” que aqui. Outro fato que chamou a atenção dela foi a diferença de pacientes e suas correspondentes doenças. “Percebi que há um grande número de agricultores na região, e sua busca pelo atendimento médico se dá por doenças relacionadas ao seu trabalho, como doenças ocasionadas pelo excesso de sol ou de esforço físico, uma realidade diferente dos pacientes de Londres”, destaca a estudante.

Ao comparar o Sistema de Saúde da Inglaterra com o SUS - Sistema Único de Saúde, Precila revela que se surpreendeu com a semelhança, mas dadas as proporções ao que se refere aos recursos e estruturas, já que o sistema inglês é um dos melhores do mundo. Nesse sentido, ela ressaltou o empenho dos profissionais brasileiros que sabem fazer o melhor com os recursos disponíveis.

Para finalizar a estudante diz que é essa experiência está sendo incrível e certamente agregará muito em sua vida profissional.


52 visualizações

Comments


bottom of page